“Da Cuquinha” Loureiro

by Casa da Cuca

5,50

Nota de Prova: De cor citrina aberta, com reflexos brilhantes e com aroma a frutos tropicais (manga e maracujá) com um final de boca suave e longo.

Vinificação: As uvas, maioritariamente provenientes de vinhas com 15 anos de idade, com uma altitude de 90 metros, foram vindimadas manualmente e vinificadas no sistema de bicas aberta. A fermentação durou cerca de 1 mês com temperatura controlada entre os 14º a 16º.

Castas: 95% Loureiro , 5% Caínho de Moreira do Lima.

Estágio: O vinho estagiou durante 3 meses em cubas de aço inoxidável.

Colheita: 2020.

Grau: 12% Vol.

Capacidade: 750 Ml/Garrafa.

Vinho vencedor da medalha de Ouro na categoria de vinhos brancos na Festa do Vinho Verde 2017 em Ponte de Lima.

Vinho da colheita de 2019, medalha de prata na primeira edição do Concurso Cidades do Vinho 2021 que decorreu em Lagoa.

 

Categoria:

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar ““Da Cuquinha” Loureiro”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Casa da Cuca

Os vinhos da Casa da Cuca são criados nas encostas do Monte de Antelas, num microclima natural, "terroir, com identidade única". Através da recolha de plantas em vias de extinção junto de agricultores da freguesia de Moreira do Lima, a Casa da Cuca conseguiu voltar a utilizar castas seculares hoje reconhecidas como minoritárias, Cainho de Moreira do Lima, Galeguinho, para além do afamado Loureiro trazendo biodiversidade na vinha e consequentemente aos vinhos produzidos. Por outro lado, são castas já adaptadas às sub-regiões onde foram plantadas há muitos anos, ou melhor ainda, de onde elas surgiram, por mutação ou cruzamentos naturais. A escassez de informação cultural sobre estas castas, muitas delas na legislação, têm levado nos últimos anos a serem alvo de estudo. Assim sendo, a Casa da Cuca através desta recuperação pode novamente produzir o tão procurado Vinho Branco de Moreira do Lima, que em tempos deu fama ao vinho deste vale. Vinho vencedor da medalha de Ouro na categoria de vinhos brancos na Festa do Vinho Verde 2017 em Ponte de Lima. Vinho Loureiro da colheita de 2019, medalha de prata na primeira edição do Concurso Cidades do Vinho 2021 que decorreu em Lagoa.